CREA emite nota de repúdio aos cursos a distância (EaD) de Engenharia - Moodle Livre

Sidebar

07
Sáb, Dez

CREA emite nota de repúdio aos cursos a distância (EaD) de Engenharia

Notícias EAD

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul (Crea-MS), emitiu nota de repúdio aos cursos na modalidade Ensino a Distância (EaD).

Segunda-feira, 18 de novembro, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul (Crea-MS) emitiu uma nota de repúdio aos cursos na modalidade Ensino a Distância (EaD), para graduação na área das Engenharias, Agronomia e Geociências no estado de Mato Grosso do Sul. Guedes encaminha PEC ao Congresso para tentar extinguir de uma vez por todas a obrigatoriedade de inscrição dos trabalhadores nos conselhos profissionais de classe.

O Conselho se posicionou contrário à oferta de cursos na modalidade EaD, e externou preocupação com a expansão dos cursos híbridos, que não têm respeitado o limite de até 20% (vinte por cento) da carga horária total do curso.

Como formar profissionais nas áreas das Engenharias, Agronomia e Geociências a distância?
Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais para Graduação em Engenharias, Agronomia e Geociências a formação profissional exige desenvolvimento de habilidades técnicas desde o início do processo de formação.

O futuro profissional precisa vivenciar transformação e amadurecimento orientados e progressivos, para estabelecer forte relação técnico-cientifica até estar pronto para o mundo profissional.

A importância do relacionamento interpessoal e técnico-cientifico implica no desenvolvimento de competências e habilidades necessárias à formação profissional, e que norteiam atividades práticas em laboratórios de diversos cenários, além de treinamento para a utilização de todos os métodos, técnicas, recursos e intervenções que envolvem as diversas áreas de atuação dos profissionais regidos pelo Sistema Confea/Crea, tão essenciais ao processo da promoção e desenvolvimento tecnológico de nossa nação.

Engenharia é a profissão em que se adquire e se aplicam conhecimentos matemáticos e técnicos na criação, aperfeiçoamento e implementação de utilidades que realizem uma função ou objetivo. Competências estas que necessitam das atividades práticas e teóricas presenciais.

Outros Conselhos Profissionais, como o de Fisioterapia (Crefito), de Arquitetura (CAU), de Medicina (CRM), de Direito (OAB), dentre outros, também já se manifestaram contrários à autorização de cursos, em suas áreas formativas, ministrados totalmente na modalidade EaD.

O MEC não tenha o mesmo entendimento, porém os Conselhos alegam possíveis prejuízos que tais cursos podem oferecer à qualidade da formação de seus profissionais, bem como pelos riscos que estes profissionais possam causar à sociedade, imediato, a médio e a longo prazo, refletindo uma formação inadequada e sem integração ensino/serviço/comunidade.

“Desta forma, o Crea-MS se manifesta pública e expressamente contrário à oferta de curso de graduação na modalidade EaD para Engenharia, Agronomia e Geociências em Mato Grosso do Sul e em todo território nacional, posto que a modalidade a distância é incompatível com essas profissões de forma a garantir atendimento seguro e de qualidade à população de acordo com a dignidade das nossas profissões.”, disse em nota o Conselho.

Fonte: Click Petróleo e Gás