Telefónica busca as 10 melhores startups de educação para prêmio em Madrid
20
Seg, Ago

Telefónica busca as 10 melhores startups de educação para prêmio em Madrid

10 melhores startups de educação
Notícias EAD
TIPOGRAFIA

Inscrições estão abertas até o dia 17 de agosto e premiará os projetos em três categorias: ensino superior, impacto social e aplicação para aprendizado e treinamento.

Inscrições estão abertas até o dia 17 de agosto e premiará os projetos em três categorias: ensino superior, impacto social e aplicação para aprendizado e treinamento.

A Telefónica lançou convocatória para selecionar startups especializadas em educação digital em todo o mundo. O objetivo é premiar os 10 melhores projetos em edtech, independentemente de seu estágio de desenvolvimento e nacionalidade. As inscrições estão abertas até o dia 17 de agosto e premiará os projetos em três categorias: ensino superior, impacto social e aplicação para aprendizado e treinamento.

Os finalistas serão apresentados durante a primeira edição do enlightED, encontro que reunirá especialistas internacionais para debater sobre como reinventar a educação no mundo digital e que acontece durante o South Summit, um dos maiores eventos de empreendedorismo anual do Sul da Europa.

As startups selecionadas poderão optar por participar de três prêmios adicionais, que foram criados especialmente para o enlightED: o Prêmio IE University que elegerá "a melhor startup do ensino superior"; o Prêmio da Fundação Telefónica de “startup com o maior impacto social na educação" e o prêmio da be Telefónica Educação Digital de "startup com melhor solução tecnológica para aprendizado e treinamento".

Os empreendedores selecionados poderão viajar a Madri para apresentar seus projetos e, se vencedores aproveitar todo o ecossistema do Instituto de Empresa Edtech IE Rockets; a rede internacional de empreendedorismo da Telefónica, a Wayra; e possibilidades de investimentos da South Summit.

O júri será composto por investidores, empresários e especialistas de diferentes segmentos, que avaliarão a inovação, viabilidade, escalabilidade e capacidade de atração de investimentos das empresas participantes.

Fonte: IDG Now