Quase 2 mil acreanos se matricularam para fazer cursos à distância na Escola do Trabalhador
19
Sex, Out

Quase 2 mil acreanos se matricularam para fazer cursos à distância na Escola do Trabalhador

Quase 2 mil acreanos se matricularam para fazer cursos à distância na Escola do Trabalhador
Notícias EAD
TIPOGRAFIA

Ministério do Trabalho afirma que 367 acreanos já concluíram curso e receberam certificado nos últimos dez meses. Em todo o Brasil, plataforma recebeu mais de 500 mil matrículas. 

Ministério do Trabalho afirma que 367 acreanos já concluíram curso e receberam certificado nos últimos dez meses. Em todo o Brasil, plataforma recebeu mais de 500 mil matrículas. 

Quase 2 mil acreanos se matricularam para fazer cursos à distância na Escola do Trabalhador — Foto: Escola do Trabalhador/Reprodução Quase 2 mil acreanos se matricularam para fazer cursos à distância na Escola do Trabalhador — Foto: Escola do Trabalhador/Reprodução

Quase 2 mil acreanos se matricularam para fazer cursos à distância na Escola do Trabalhador — Foto: Escola do Trabalhador/Reprodução

Quase 2 mil acreanos se matricularam para fazer cursos na plataforma de educação à distância do Ministério do Trabalho desde que o programa foi lançado há dez meses.

Ao todo, 1.130 alunos do Acre se matricularam em um ou mais cursos disponíveis e 367 já foram qualificados, segundo o órgão.

Em todo o Brasil, o Ministério do Trabalho afirma que recebeu 548.253 matrículas e qualificou 81.507 pessoas. Do total de 357.837 alunos cadastrados, 64,33% estão fora do mercado formal e 6,59% estão recebendo o seguro desemprego, conforme o órgão.

Escola do Trabalhador
A plataforma possui 24 cursos divididos em eixos temáticos que focam nas necessidades do mercado de trabalho. Os cursos são gratuitos e podem ser acessados por qualquer computador. Além disso, não há pré-requisito e nem escolaridade mínima exigida.

Cada curso dura aproximadamente 40 horas. O conteúdo fica disponível por dois meses para que a pessoa inscrita consiga concluir as tarefas com calma.

Ao final de cada curso, os trabalhadores precisam passar por uma avaliação para receber o certificado de conclusão. O documento é emitido pela Universidade de Brasília (UnB) que é a instituição responsável pela elaboração dos cursos.

Fonte: G1 Acre