EaD, presencial e semipresencial: qual é a diferença?
16
Sex, Nov

EaD, presencial e semipresencial: qual é a diferença?

EaD, presencial e semipresencial: qual é a diferença?
Notícias EAD
TIPOGRAFIA

Ingressar no ensino superior vai além de escolher o curso ideal. Também é preciso estar atento (a) a faculdade certa e a modalidade de ensino mais adequada a sua rotina. Cada categoria possui suas especificidades e pode ser adaptada a uma rotina diferente, tornando importante conhecer as diferenças entre Ead, semipresencial e presencial. Dessa forma, fica mais fácil escolher a modalidade certa.

Ingressar no ensino superior vai além de escolher o curso ideal. Também é preciso estar atento (a) a faculdade certa e a modalidade de ensino mais adequada a sua rotina. Cada categoria possui suas especificidades e pode ser adaptada a uma rotina diferente, tornando importante conhecer as diferenças entre Ead, semipresencial e presencial. Dessa forma, fica mais fácil escolher a modalidade certa.

Cursos EaD: como funcionam?

- A Educação a Distância (EaD) é desenvolvida em um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Nesse modelo, há encontros presenciais, mas eles não são frequentes. Geralmente acontecem uma ou duas vezes por mês ou por semestre.

- As aulas EaD são gravadas pelos professores e disponibilizadas no AVA. O estudante pode escolher os melhores dias e horários para acessar os conteúdos.

- Também podem acontecer aulas ao vivo previamente marcadas. Nesses casos, o aluno deve estar online no tempo marcado para acompanhar a explicação.

- Os cursos EaD são indicados para quem não tem disponibilidade de comparecer diariamente a uma instituição de ensino ou em um polo de educação a distância. No entanto, é importante ter planejamento e disciplina para cumprir o cronograma de estudos.

Como funciona o curso Semipresencial?

- Conhecidos como cursos híbridos ou misturados, os cursos semipresenciais combinam características da EaD com o ensino presencial.

- O curso é considerado semipresencial quando ao menos 20% da carga horária é destinada às aulas a distância. Quando o curso de origem é presencial mas partes do conteúdo estão no AVA, as provas são realizadas presencialmente na própria instituição de ensino.

- O curso semipresencial originado de um curso EaD possui encontros presenciais que acontecem com uma frequência maior, de uma a duas vezes por semana, a depender da faculdade.

- Na aula semipresencial o estudante pode interagir com seus colegas e professores, já que podem acontecer transmissões de aulas ao vivo.

- Quando não tem aula no polo de educação, o aluno se dedica aos estudos no ambiente virtual de aprendizagem.

Como é o curso presencial?

- Na modalidade presencial, o estudante tem aulas frequentes que, a depender da grade curricular, podem acontecer em diferentes períodos do dia e todos os dias da semana. A carga horária costuma ser mais puxada, já que a presença física em horários e locais pré-estabelecidos é obrigatória.

- As atividades e avaliações são realizadas na instituição.

- Para conseguir passar na matéria, o estudante precisa alcançar a média nas provas e atividades avaliativas, além de ter um mínimo de 70% de frequência.

- O contato com professores e colegas é mais próximo.

Diferenças Ead, semipresencial e presencial

- Avaliações:
No ensino presencial, as avaliações (provas e trabalhos) acontecem obrigatoriamente de forma presencial e na instituição de ensino. Na EaD, os trabalhos podem ser disponibilizados no Ambiente Virtual de Aprendizagem, assim como na modalidade semipresencial, no entanto, as provas finais são presenciais no polo EaD da faculdade.

- Aulas
No curso EaD, as aulas são gravadas pelos professores e os alunos podem acessá-las em qualquer dia ou horário. Já a aula semipresencial pode ser transmitida ao vivo para todos os estudantes, em horários pré-determinados. No caso do presencial os estudantes assistem as aulas na faculdade, juntamente com os colegas.

- Interação
A interação entre alunos e professores na modalidade presencial é maior, já que se veem diariamente. O semipresencial também possibilita maior convivência nos encontros semanais. Porém, no EaD, essa interação é menor, pois os compromissos presenciais são mais raros.

- Gastos
Além do custo com as mensalidades, no caso das faculdades particulares, o estudante precisa se preocupar com transporte e alimentação como demandas do curso presencial. O mesmo acontece com o semipresencial. Contudo, esses custos são menores, pois os encontros ocorrem uma ou duas vezes por semana. Já no EaD, o aluno precisa de computador e internet para estudar, dispensando esses gastos adicionais.

Fonte: E+B Educação | Gabriele Silva