7 promessas que todo universitário faz no fim de ano
11
Ter, Dez

7 promessas que todo universitário faz no fim de ano

7 promessas que todo universitário faz no fim de ano
Notícias EAD
TIPOGRAFIA

O fim de ano está aí, as praias te chamam, a semana de provas está para acabar e você só pensa em terminar o semestre, certo?

O fim de ano está aí, as praias te chamam, a semana de provas está para acabar e você só pensa em terminar o semestre, certo?

Eu sei que é difícil pensar no ano seguinte, quando tudo o que te interessa é o pernil da ceia de Natal. Mas que tal refletir sobre as promessas que fazemos todo semestre? Separei algumas maneiras para colocarmos esses desejos em prática. Confira aí.

Ano que vem eu vou estudar mais

Essa é clássica. Todo semestre acaba com a sensação de que você deveria ter estudado mais, né? Para melhorar isso, você pode tentar se organizar com um planner, uma agenda de papel ou uma agenda eletrônica.

Hoje, existem vários aplicativos que podem ser usados para organização, como: Google Keep, Wunderlist, Clear e Any.do.

Vou gastar menos com os salgados e levar mais comida de casa


A coxinha é boa, mas está cara demais? Bate aquela vontade de comer um doce e você acaba comprando da amiga do lado? Já passei por isso. O dinheiro vai embora e a gente nem percebe.

Nesse momento, é melhor pensar em levar uns salgados de casa e começar a anotar seus gastos. Se preferir, mande uma mensagem para você toda vez que comprar alguma comida na lanchonete da faculdade. No final da mês, faça as contas...

Vou ler todos os xerox

Sabe aquele monte de xerox que você gastou todas as economias para pagar? É hora de rever esse hábito. Muitos cursos têm volumes altos de leitura por semana, mas não adianta tirar cópia dos capítulos e deixar os papéis de lado.

Qual a melhor solução? Tire as cópias somente quando você tiver terminado de ler o último xerox. É muito difícil, eu sei. Mas, dessa forma, você não acumula matérias e não perde grana.

Se estiver muito pesado para acompanhar nesse ritmo, mantenha o hábito de separar alguns tópicos mais importantes para ler (nos textos que forem menos prioritários) e grife os trechos importantes dos textos mais relevantes. Isso te ajudará a ter um estudo mais rápido e proveitoso.

Menos gastos com os rolês, mais dinheiro na poupança

O grupo do WhatsApp está bombando com várias mensagens sobre a festa do fim de semana, mas você não tem um tostão no bolso? Que tal separar um dinheiro só para essas festas? Sabe aquele dinheiro dos salgados na faculdade? Então...

E para não se perder nas finanças, alguns aplicativos podem te ajudar, como: Toshl Finanças e Guia Bolso.

Vou fazer mais cursos para melhorar o currículo

Essa já foi minha promessa de fim de ano várias vezes, confesso. Sabe quando eu finalmente consegui cumprir? Quando montei uma lista das opções viáveis (analisei tempo dos cursos, avaliações dos alunos e preço) e separei as tardes dos sábados para cumprir as aulas.

Você não precisa comprar um curso de 10 horas e fazer as 10 de uma vez. O segredo, na minha opinião, é ir fazendo aos poucos. Além disso, você pode se dar uma recompensa a cada vez que termina uma aula, por exemplo. No meu caso, eu me presenteio com um chocolate ou assisto ao capítulo de uma série.

Para começar a se organizar, você pode utilizar a plataforma Quero Cursos, que reúne cursos online, pagos e gratuitos, de diversas instituições.

Vou melhorar o nível de inglês

A gente sabe como é importante conhecer uma segunda língua e há diversas maneiras de colocar isso em prática no ano que vem. Não deixe para depois! E como eu disse antes, não precisa fazer tudo de uma vez e chegar ao nível avançado em duas semanas. O importante é começar as aulas.

Você pode optar por cursos online, cursos presenciais, aulas no YouTube ou aplicativos. Algumas opções de aplicativos legais são: Duolingo, Babbel, Busuu e Memrise.

Vou procurar um estágio

Chegou a hora de colocar a mão na massa e praticar o que você aprendeu nas aulas. Procurar um estágio pode ser uma tarefa demorada e é importante estar preparado para as entrevistas e para os "nãos".

Antes de qualquer processo seletivo, é imprescindível estudar sobre a empresa e sobre as características exigidas pela vaga. O candidato pode adaptar o currículo dando destaque às experiências que combinam com as exigências da posição aberta.

Mas cuidado: não invente habilidades. O importante é ser transparente para que você consiga encontrar aquilo que te fará mais feliz.

Fonte: Quero Bolsa | Juliana Espinosa