Qual a diferença entre uma pós-graduação presencial, semipresencial e EaD
21
Ter, Mai

Qual a diferença entre uma pós-graduação presencial, semipresencial e EaD

Qual a diferença entre uma pós-graduação presencial, semipresencial e EaD
Notícias EAD
TIPOGRAFIA

Fazer uma pós-graduação pode ser uma boa opção para quem quer dar um upgrade na carreira e se tornar especialista em certa área. Hoje existem, além das aulas presenciais, algumas opções de cursos a distância e também semipresenciais.

Fazer uma pós-graduação pode ser uma boa opção para quem quer dar um upgrade na carreira e se tornar especialista em certa área. Hoje existem, além das aulas presenciais, algumas opções de cursos a distância e também semipresenciais.

Os cursos EaD são hoje os mais procurados por estudantes

As aulas EaD tiveram um crescimento muito grande nas faculdades e universidades nos últimos anos e no caso das pós-graduações não foi diferente. Hoje quase 60% das pesquisas por especializações no site do Quero Bolsa são por cursos a distância.

Mas, afinal, você sabe a diferença entre cada uma dessas modalidades e as regras do Ministério da Educação (MEC) sobre elas? Se não sabe não precisa se preocupar!

Pós-graduação presencial
Como o próprio nome diz, as aulas do curso, nesse caso, são ministradas presencialmente em uma unidade da faculdade ou universidade. O aluno precisa comparecer ao local para assistir as aulas, fazer as provas e realizar outras atividades - tudo conforme uma "aula tradicional" mesmo.

O MEC determina que, na modalidade lato sensu (o que inclui os cursos de MBA - Master Business Administration), as instituições de ensino superior credenciadas não precisam passar pelo processo de autorização ou reconhecimento dos cursos.

Pós-graduação a distância (EaD)
As aulas realizadas a distância concentram a maior parte das atividades no modo online e exige a presença dos alunos apenas para atividades ou provas esporádicas, uma vez por trimestre, semestralmente ou até mesmo só para a apresentação do trabalho de conclusão do curso.

De acordo com o MEC, os cursos lato sensu a distância podem ser ofertados por instituições de educação superior, desde que possuam credenciamento para educação a distância.

Essas aulas também deverão incluir, necessariamente, provas presenciais e defesa presencial individual de monografia ou trabalho de conclusão de curso.

Pós-graduação semipresencial
A modalidade semipresencial mescla atividades presenciais e a distância e exigem uma frequência maior do aluno em relação ao EaD, podendo ter aulas presenciais uma ou mais vezes por semana.

Pós-graduação stricto sensu
Estão inseridos na modalidade de pós-graduações stricto sensu os cursos de doutorado e mestrado. O órgão público responsável por legislar sobre essa categoria é a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), uma fundação do Ministério da Educação (MEC).

Nas aulas presenciais, o MEC determina que os cursos criados sejam sujeitos às exigências de autorização, reconhecimento e renovação previstas em lei.

A Capes tem ainda uma área específica para tratar de cursos EAD. De acordo com ela, os programas de pós-graduação stricto sensu a distância precisam cumprir o mesmo programa e legislação dos cursos de mestrado e doutorado presenciais.

Além disso, a instituição deve ter autorização do MEC para oferecer pós stricto sensu a distância. O programa de ensino também deve ser autorizado pela Capes e ter comprovada a existência de um grupo de pesquisa na mesma área de conhecimento.

Ainda, os cursos EaD devem incluir, obrigatoriamente, atividades, provas, exames de qualificação e defesas de dissertação ou de tese presenciais.

Fonte: Quero Bolsa.