A necessidade de valorizar o professor

Sidebar

18
Qua, Set

A necessidade de valorizar o professor

Notícias EAD

Um dos pesquisadores que mais me impressionou recentemente em economia foi o Raj Chetty, jovem professor da universidade de Harvard, que tem pesquisa fascinante sobre educação, mobilidade social e desigualdade. Raj Chetty usa "big data" para entender como crianças vulneráveis podem ter melhores perspectivas na vida adulta.

Em trabalho com dois outros pesquisadores, John Friedman e Jonah Rockoff, Raj Chetty cruzou dados do Valor Adicionado (VA) dos professores da rede pública no desempenho escolar de mais de um milhão de crianças nos Estados Unidos com informações da declaração do imposto de renda dessas mesmas crianças quando adultas e aos 28 anos de idade. As conclusões desse estudo impressionam. Os autores mostram que alunos expostos a bons professores na infância e adolescência não só aumentam as chances de frequentarem universidades no futuro, e com isso terem salários mais elevados quando adultos, mas também diminuem as chances de uma gravidez indesejada na adolescência e a probabilidade de viverem em locais violentos.

Ou seja, o efeito de bons professores na escola vai além de elevar as notas e o desempenho escolar dos seus alunos. Bons professores têm impacto significativo sobre o capital humano na vida adulta e no bem-estar social. Quantitativamente os autores calculam que a substituição de um professor de baixa qualidade (entre os 5% piores em termos de VA) por um professor mediano tende a elevar em US$ 250 mil o valor presente da renda dos alunos de uma sala de aula típica nos Estados Unidos. Seria ótimo replicarmos tal pesquisa para o Brasil, porém infelizmente não temos acesso aos mesmos dados dos pesquisadores americanos. Minha conjectura, contudo, é que os efeitos seriam ao menos qualitativamente similares no Brasil.

Continue a ler aqui: www.valor.com.br/opiniao/6420329/necessidade-de-valorizar-o-professor

Fonte Valor Econômico