Seduc: governo autoriza processo seletivo para contratar 3.500 professores - Moodle Livre

Sidebar

06
Seg, Abr

Seduc: governo autoriza processo seletivo para contratar 3.500 professores

Oportunidades

Os profissionais irão atender o ensino regular, educação especial, indígena, tecnológico e unidade prisional nas escolas da capital e do interior do Amazonas.

Os profissionais irão atender o ensino regular, educação especial, indígena, tecnológico e unidade prisional nas escolas da capital e do interior do Amazonas.

Manaus – O governo do Estado publicou despacho autorizando a Secretaria de Estado de Educação e Desportos (Seduc) a promover Processo Seletivo Simplificado (PSC) para contratar, de forma emergencial, 3.584 professores com até 40 horas semanais para o ano de 2020.

Os profissionais irão atender o ensino regular, educação especial, indígena, tecnológico e unidade prisional nas escolas da capital e do interior do Amazonas. O documento ainda não apresenta a data de abertura do certame e nem prazos para a realização do PSC.

Segundo a publicação do Diário Oficial, da última sexta-feira (6), o despacho considera que o Ministério Público de Contas autoriza a realização em até 180 dias de novo processo seletivo para a contratação de professores para suprir as vagas não preenchidas pelo concurso público de 2018.

Em novembro, a Seduc anunciou a contratação de professores temporários para lecionar no ano letivo de 2020. Na época, o anúncio foi feito pelo secretário Vicente Nogueira, que ressaltou que a contratação não vai afetar a convocação dos concursados.

Nogueira explicou que, devido à abrangência da Seduc, inevitavelmente haverá a necessidade de professores temporários, já que há licenças por motivos de doenças, licenças-maternidade, licenças por motivos pessoais e afins. “Chamaremos absolutamente todos os profissionais do magistério concursados dentro do número de vagas disponíveis e estamos trabalhando com o cadastro reserva para tal. Os temporários são profissionais que se submetem à seleção e havendo necessidade são convocados. Diferente dos concursados, que a posse é definitiva”, frisou o secretário.

Fonte: Prefeitura Municipal de Tabatinga