Unespar lança edital para contratar professores temporários
19
Sex, Abr

Unespar lança edital para contratar professores temporários

Unespar lança edital para contratar professores temporários
Oportunidades
TIPOGRAFIA

A Universidade Estadual do Paraná (Unespar) lançou edital para contratar 71 professores temporários. As inscrições para o teste seletivo vão até 26 de abril e custam R$ 120.

A Universidade Estadual do Paraná (Unespar) lançou edital para contratar 71 professores temporários. As inscrições para o teste seletivo vão até 26 de abril e custam R$ 120.

No campus de Apucarana, 12 disciplinas estavam sem professores desde o início do ano letivo. Também serão contratados docentes para Campo Mourão (6), Curitiba I/Embap (10), Curitiba II/FAP (10), Paranaguá (8), Paranavaí (5)) e União da Vitória (10).

De acordo com o edital publicado pela Unespar, as inscrições do processo seletivo da instituição podem ser realizadas até 26 de abril de 2019, somente pelo site: progesp.unespar.edu.br. Há vagas abertas para graduados, especialistas, mestres e doutores. Os contratados atuarão em jornadas de 10h a 40h.

AUMENTO DE HORAS

Governo do Estado aumentou em 20% a quantidade de horas disponibilizadas para as universidades estaduais contratarem docentes em regime especial (CRES) neste ano. No total, foram disponibilizadas 67.086 horas por semana, conforme decreto assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior em março. No ano passado, eram pouco mais 55 mil horas.

A responsabilidade de realização do processo seletivo para ocupação das horas é das reitorias das sete universidades e pode ser realizado ao longo do ano, conforme a necessidade da instituição.

O futuro superintendente da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) Aldo Nelson Bona destacou que o aumento na carga horária beneficia as atividades desenvolvidas pelas universidades. “O governo tem dado todo o suporte para que não haja qualquer prejuízo no funcionamento das instituições no decorrer do ano letivo”, declarou ele.

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) ficou autorizada a utilizar 18 mil horas semanais, a Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) 11.100 mil horas, a Estadual do Paraná (Unespar) 8.560, a Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) 8.435, a Universidade Estadual de Londrina (UEL) 8.366, a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) 7.500 horas e a Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) 5.125 horas semanais.

Fonte: TN Online