Moodle Livre

Sidebar

16
Qua, Out

“Achar que a tecnologia pode substituir o ser humano é um desserviço à compreensão de futuro”

Notícias EAD

Fundador da consultoria de inovação consciente Mandalah, Lourenço Bustani acredita que tecnologia e seres humanos caminham juntos.

No grande debate sobre o futuro do trabalho, a corrente que defende que as tecnologias podem e vão substituir o ser humano em vários setores parece estar ganhando o argumento. Mas não é consenso. "Achar que uma coisa (tecnologia) substitui a outra (ser humano) eu acho que é um desserviço à nossa própria compreensão de possibilidade de futuro”, afirmou Lourenço Bustani, fundador da Mandalah.

“É importante entendermos o que a tecnologia é hoje. Especialmente face aos problemas sociais que estamos enfrentando e que a tecnologia, de fato, pode resolver", disse o empresário, durante o Amcham Spark.

Para Lourenço é “um pouco ingênuo” imaginar um mundo sem a participação do ser humano em diversos contextos. “Eu acho que essa visão não se materializa porque é superimportante e necessário ter todo esse repertório acumulado do ser humano, que um robô não consegue replicar”, explicou.

Fonte: Época Negócios

Joomla SEF URLs by Artio